• C.N.O.T em Destaque

Lesão do Ligamento Cruzado Posterior

O LCP é o principal restritor à translação posterior de tíbia em relação ao fêmur , ou seja , é esse ligamento que impede a queda posterior da tíbia. Ele se situa no centro do joelho junto com o ligamento cruzado anterior e funciona como o pivô central do joelho , controlando todo o centro de rotação dessa articulação . Possui 2 bandas principais : a ântero-lateral e a póstero-medial.




Como ocorre a lesão do LCP ?

O LCP é lesado principalmente em trauma de alta energia do joelho, no qual ocorra uma força de anterior para posterior sobre a tíbia , empurrando-a para trás e portanto rompendo esse ligamento que funciona como seu restritor principal. Acidentes automobilísticos com trauma direto no joelho ou quedas em velocidade sobre o joelho na altura da tuberosidade anterior da tíbia provocam esse mecanismo de forçar a tíbia para trás em relação ao fémur , o que leva a ruptura do LCP.





Como diagnosticar uma lesão do LCP ?

Através de uma história clínica , investigação do mecanismo de trauma , exame físico específico e exames de imagem como a ressonância magnética , pode-se fazer o diagnóstico de uma lesão do LCP.



Imagem de RNM demonstrando o LCP íntegro e o LCP rompido.


Qual o tratamento de uma lesão do LCP ?

As lesões isoladas do LCP de baixo grau (I e II), podem ser tratadas conservadoramente através de imobilização por 4-6 semanas e fisioterapia após esse período . Já as lesões grau III e as lesões combinadas a ruptura de outras estruturas estabilizadoras do joelho devem ser tratadas cirurgicamente.



59 visualizações

Posts recentes

Ver tudo